domingo, 19 de julho de 2015

[Passatempo] - "O chefe - namorada" de Abigail Barnette



O Tertúlias, em colaboração com a Planeta  tem um exemplar do livro "O chefe - namorada" de Abigail Barnette, para oferecer.


Para terem a hipótese de ganhar este livro basta responderem acertadamente às questões abaixo, e claro, seguir as regras. Podem participar até ás 23h59 de dia 31 de Julho.


Caso partilhem o passatempo, terão uma entrada extra.



As respostas podem ser encontradas aqui.






Regras:
1) O passatempo decorrerá até às 23h59 do dia 31 de Julho
2) Qualquer participação que não possua algum dos dados correctamente preenchido ou contenha respostas incorrectas é automaticamente anulada.
3) OBRIGATÓRIO ser seguidor público do blogue ou seguidor via facebook   
4) O vencedor será escolhido aleatoriamente, através do Random. 
5) O vencedor será publicado no blogue e será contactado por email.  
6) É aceite uma participação por pessoa/email e residentes em Portugal (continental e ilhas) 
7) Nem eu nem as editoras/autores  nos responsabilizamos por extravios nos ctt


[Passatempo] - "As dúvidas dos 30" de Susana Gaião Mota


O Tertúlias, em colaboração com a Planeta  tem um exemplar do livro "As Dúvidas dos 30" de Susana Gaião Mota, para oferecer.


Para terem a hipótese de ganhar este livro basta responderem acertadamente às questões abaixo, e claro, seguir as regras. Podem participar até ás 23h59 de dia 31 de Julho.


Caso partilhem o passatempo, terão uma entrada extra.



As respostas podem ser encontradas aqui.






Regras:
1) O passatempo decorrerá até às 23h59 do dia 31 de Julho
2) Qualquer participação que não possua algum dos dados correctamente preenchido ou contenha respostas incorrectas é automaticamente anulada.
3) OBRIGATÓRIO ser seguidor público do blogue ou seguidor via facebook   
4) O vencedor será escolhido aleatoriamente, através do Random. 
5) O vencedor será publicado no blogue e será contactado por email.  
6) É aceite uma participação por pessoa/email e residentes em Portugal (continental e ilhas) 
7) Nem eu nem as editoras/autores  nos responsabilizamos por extravios nos ctt


[Resultado de Passatempo] - "Um acordo muito sedutor" de Maggie Robinson


Vencedor:
52. Teresa (...)  Vaz,Quinta do Conde

[Novidade] - Porto Editora: "A Pedra das Lágrimas - Parte II" de Terry Goodkind


Título: A Pedra das Lágrimas – Parte II
Autor: Terry Goodkind
Tradução: Ângelo dos Santos Pereira
Págs.: 432
PVP: 17,70 €

Novo livro de Terry Goodkind

A Pedra das Lágrimas – Parte II é o novo capítulo da saga de fantasia que conquista leitores há mais de 20 anos

Dois meses depois da primeira, a Porto Editora publica, a 16 de julho, a segunda parte de A Pedra das Lágrimas, de Terry Goodkind.
A Pedra das Lágrimas é a sequela de A Primeira Regra dos Feiticeiros, livro publicado pela primeira vez em 1994 e que dá início à saga A Espada da Verdade, que surpreendeu pela sua originalidade e marcou o género da literatura de fantasia. Atualmente, está publicada em mais de 20 países, vendeu mais de 26 milhões de exemplares e já foi adaptada para uma série de televisão, Legend of the Seeker.

Sinopse:
Os caminhos de Richard e Kahlan separaram-se: forçado a submeter--se aos desejos da Madre Confessora, o portador da Espada da Verdade encaminha-se para o Palácio dos Profetas, em Tanimura, a fim de aprender a controlar o seu dom, antes que este o mate. Por outro lado, a última das Confessoras, enredada numa trama de mentiras piedosas cujo único objetivo é salvar a vida do homem que ama, dirige-se para a Fortaleza dos Feiticeiros, em Aydindril, onde espera encontrar Zedd e, juntos, ajudarem Richard a cumprir o seu destino.
Todavia, num mundo em que a magia é, simultaneamente, uma bênção e uma maldição, e em que qualquer um pode ser um agente do Guardião disfarçado, distinguir aliados de inimigos revela-se uma tarefa hercúlea. Através dos seus próprios erros, o seeker e a Madre Confessora vão descobrir, da forma mais dolorosa, que a maior das bondades e a melhor das intenções podem constituir um caminho insidioso para a destruição.
 
O AUTOR
Terry Goodkind nasceu em 1948 em Omaha, no Nebrasca. Em 1994 publicou o primeiro livro da série de fantasia épica A Espada da Verdade, que viria a ter um sucesso retumbante, com mais de 26 milhões de exemplares vendidos e traduções em mais de 20 línguas.

 
 

[Divulgação] - Maped: Regresso às aulas com os minions


domingo, 12 de julho de 2015

[Passatempo] - "Ligeiramente Tentador" de Mary Balogh



O Tertúlias, em colaboração com a ASA  tem um exemplar do livro "Ligeiramente Tentador" de Mary Balogh, para oferecer.


Para terem a hipótese de ganhar este livro basta responderem acertadamente às questões abaixo, e claro, seguir as regras. Podem participar até ás 23h59 de dia 25 de Julho.


Caso partilhem o passatempo, terão uma entrada extra.



As respostas podem ser encontradas aqui.





Regras:
1) O passatempo decorrerá até às 23h59 do dia 25 de Julho
2) Qualquer participação que não possua algum dos dados correctamente preenchido ou contenha respostas incorrectas é automaticamente anulada.
3) OBRIGATÓRIO ser seguidor público do blogue ou seguidor via facebook   
4) O vencedor será escolhido aleatoriamente, através do Random. 
5) O vencedor será publicado no blogue e será contactado por email.  
6) É aceite uma participação por pessoa/email e residentes em Portugal (continental e ilhas) 
7) Nem eu nem as editoras/autores  nos responsabilizamos por extravios nos ctt


[Passatempo] - "De Joelhos" de Malenka Ramos



O Tertúlias, em colaboração com a planeta  tem um exemplar do livro "De Joelhos" de Malenka Ramos, para oferecer.


Para terem a hipótese de ganhar este livro basta responderem acertadamente às questões abaixo, e claro, seguir as regras. Podem participar até ás 23h59 de dia 25 de Julho.


Caso partilhem o passatempo, terão uma entrada extra.



As respostas podem ser encontradas aqui.






Regras:
1) O passatempo decorrerá até às 23h59 do dia 25 de Julho
2) Qualquer participação que não possua algum dos dados correctamente preenchido ou contenha respostas incorrectas é automaticamente anulada.
3) OBRIGATÓRIO ser seguidor público do blogue ou seguidor via facebook   
4) O vencedor será escolhido aleatoriamente, através do Random. 
5) O vencedor será publicado no blogue e será contactado por email.  
6) É aceite uma participação por pessoa/email e residentes em Portugal (continental e ilhas) 
7) Nem eu nem as editoras/autores  nos responsabilizamos por extravios nos ctt


[Resultado de Passatempo] - "O Lago dos Sonhos" de Juliet Marillier



Vencedor:
39. Aida Pinheiro,Feijó

[Opinião] - "Raven - Noites de Florença" de Sylvain Reynard


Esta foi uma das leituras mais recentes, e portanto ainda está fresquinho na memória para poder escrever a opinião com as emoções mais à flor da pele.

Se são seguidores atentos sabem que adorei a trilogia de Gabriel, de Sylvain Reynard (podem ler as opiniões dos livros "O Inferno de Gabriel". "O Extase de Gabriel" e "A Redenção de Gabriel") e portanto as expectativas para este livro estavam elevadas.

Não vou dizer que foi um livro que me cativou logo de inicio, foi mais "estranha-se e depois entranha-se", e no fim já só queria que não acabasse.

Custou a entrar na história. A ideia de envolver seres sobrenaturais não me agradou à primeira, aliás, os primeiros capítulos foram quase uma desilusão...até que o príncipe nos cativa e a Raven enche-nos a alma com a sua personalidade única.

Um aspecto que aponto como positivo, e que me fez gostar deste livro, foi a inclusão de personagens que tão bem conhecemos da trilogia que citei acima. O facto deste livro se interligar com a trilogia Gabriel foi ualgo que muito me agradou, e que me faz querer ler o que vem a seguir. Na trilogia inicial sabemos que Gabriel tem uma colecção de arte que comprou anos antes, e que muito gosta. Neste livro ficamos a saber um pouco mais sobre essa colecção, em especial a quem pertenceu originalmente.

Como não podia deixar de ser Sylvain leva-nos até Florença, e enche-nos com a arte italiana. Adoro estes aspectos dos livros deste autor, adoro saber mais sobre a arte de Dante, Botticelli ou Michelangelo.

Acabei por gostar tanto desta leitura que comprei e li de imediato a prequela, "O Principe", e fico ansiosamente à espera da sequela. Fãs de Sylvain Reynard.... não se vão desiludir certamente.


[Opinião] - "A Estrada do Tabaco" de Erskine Caldwell



"A Estrada do Tabaco" de Erskine Caldwell é um clássico da literatura americana, publicado originalmente em 1932. Este livro leva-nos ao Sul dos Estados Unidos na época da Grande Depressão.

Como não podia deixar deixar de ser, todos os livros que tenham contexto histórico me agradam, e admito que não costumo ler muitos livros sobre esta época da história americana. Assim, logo que li a sinopse fiquei interessada em tê-lo e em lê-lo.

Um pequeno livro (são 200 páginas) mas um belo de um murro no estômago. Não foi uma leitura das mais fáceis nem das que mais me cativou, mas lá chegaremos.

A Grande Depressão é retratada neste livro através da família Lester, uma família que vive à beira da estrada do tabaco. O autor conseguiu tirar-me do sério com esta família, conseguiu criar personagens tão abomináveis que é fácil odiá-las.Uma família sem escrúpulos, os seus membros interesseiros, preguiçosos e de uma imbecilidade sem igual. Admito que parte da dificuldade que tive em gostar deste livro foi por desgostar por completo dos personagens. O que de facto faz com que seja um ponto a favor do autor, que consegue passar sentimentos e emoções tão repudiantes através da sua escrita e da criação destes personagens.

Para além disto, o autor mostra-nos uma sociedade desfeita. Uma sociedade que despreza os que tudo perderam, a indiferença perante quem, de um dia para o outro, ficou sem nada.

Sendo uma trágico-comédia, tudo isto nos é contado com humor, o chamado humor negro. Sinceramente, não sou fã de humor negro, apesar de o perceber claro. E este foi o que menos me agradou neste livro, e que me fez dar-lhe 3* no GR. Sim, sem este humor o livro seria certamente mais pesado, mas talvez tivesse preferido que assim fosse.

[Opinião] - "Desculpe Sr. Nobel" de Maria Helena Ventura


Acho que já escrevi e rescrevi esta opinião uma centena de vezes desde que li o livro (ainda em 2014 portanto). Nunca fico satisfeita com a opinião e deixo-a a marinar mais um tempo, mas hoje foi de vez.

"Desculpe Sr. Nobel" foi um livro que pela capa e pela sinopse me cativou logo, mas depois foi uma leitura na qual tive dificuldade em  me embrenhar. O desenrolar da tramas é bastante lento e pormenorizado, e inicialmente as personagens e a complexidade da teia que a autora cria tornam-se confusas e difíceis de "montar o puzzle".

Neste livro, Maria Helena Ventura, envolve-nos num enredo de mistério e de conspirações onde, no entanto, não falta o romance. O ponto de partida é a morte do candidato ao Nobel Thomas Moonland, pelo que vamos sendo sugados pelo mistério que se adensa, pelas conspirações que vão surgindo ao longo da leitura, até ao resolver de toda a investigação. Mas mesmo aqui o livro não termina, continuamos a seguir Joana, que por sua vez vê também a sua vida pessoal a precisar de ser resolvida.

Maria Helena Ventura tem uma escrita muito introspectiva, vai-nos apresentando alguma poesia ao longo do livro. Estas caracteristicas definem a sua escrita, e são algo próprio da autora certamente, mas foi algo que dificultou a que me embrenhasse realmente na trama, que ficasse em suspenso com o que ia acontecendo, e  acima de tudo que desfrutasse ao máximo deste livro.

Uma leitura complexa, que exige um esforço para estarmos presos a ela. Não é uma leitura leve e que deixe a nova mente vaguear livremente. Uma leitura que, para mim, se tornou exaustiva, mas que certamente fará as delicias de leitores que apreciem um livro mais denso.

[Novidades] - Porto-Editora: Para Colorir - "O jardim do tempo" e "A câmara do tempo" de Daria Song





O Jardim do Tempo
Código: 04769
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 88
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04769-4
Pré-lançamento - envio a partir de 16-07-2015












Assim que toda a casa adormece, uma menina curiosa decide explorar o novo relógio de cuco que o pai acaba de trazer da Alemanha. Empilha mesas e cadeiras para chegar até ele na parede da sala de estar, espreita para o seu interior e logo se vê num mundo de fadas com cenários maravilhosos por descobrir - e que tu ajudarás a criar com as tuas próprias cores. 

Através dos seus desenhos primorosos, a artista Daria Song abre portas a um lugar fantástico que vai inspirar os teus sentidos artísticos e evocar a imaginação da tua infância. 

Jardim do Tempo é o primeiro livro coreano de colorir com uma história para contar. 

Bestseller internacional para leitores-artistas de todas as idades.






A Câmara do Tempo
Código: 04771
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 88
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04771-7
Pré-lançamento - envio a partir de 16-07-2015














Como será o mundo para além dos limites do jardim do tempo? Quando o silêncio da noite se instala, a fada dos cabelos vermelhos que dá vida ao relógio de cuco aventura-se a deslizar pela corda e encontra no quarto de uma menina um espaço de grandiosidade e maravilha que irá encher de encanto. 
Segundo capítulo da história mágica iniciada com O Jardim do Tempo, em A Câmara do Tempo a artista coreana Daria Song dá continuidade a um extraordinário percurso de descoberta de mundos fantásticos que irá despertar os teus talentos artísticos.
Uma história para colorir que promete continuar a arrebatar leitores-artistas de todas as idades, em todo o mundo.



------------------------

A 16 de julho, a Porto Editora publica dois livros para colorir, O Jardim do Tempo e A Câmara do Tempo, da autoria da artista sulcoreana Daria Song. Bestsellers internacionais, estes títulos destacam-se não só pela qualidade dos seus desenhos, mas também pela história que contam. Em O Jardim do Tempo, assistimos à aventura de uma menina curiosa que decide explorar um mundo de fadas que está escondido dentro de um misterioso relógio de cuco. A Câmara do Tempo vem dar continuidade a essa história de fantasia, trazendo novos cenários por descobrir. Através dos seus desenhos primorosos, a artista Daria Song abre portas a um lugar fantástico que vai inspirar a criatividade de leitores-artistas de todas as idades e evocar a imaginação da infância.

Sobre a autora: 
Daria Song é uma autora e artista sul-coreana. Formada em Artes da Fibra pela Universidade Feminina de Ewha, na Coreia do Sul, a sua obra tem marcado presença em galerias e museus não só do seu país mas também de Singapura, Turquia ou Hong Kong. Inspirada pelos cinco anos da sua infância passados em São Francisco, nos Estados Unidos, e pelo sentido de maravilha e mistério que surge quando se habita um espaço desconhecido, lançou em 2014 o seu primeiro livro para colorir, O Jardim do Tempo. Professora na Escola de Artes e Design de Kaywon, Daria Song organiza também workshops em academias artísticas prestigiadas, abrindo-as a artistas amadores.



sábado, 11 de julho de 2015

[Novidades] - Saída de Emergência: 17 de Julho e 7 de Agosto



Chancela: Saida de Emergência
Saga/Série: Saga da Águia  Nº: 13
Data 1ª Edição: 17/07/2015
ISBN: 9789896378066
Nº de Páginas: 432
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole




Sinopse

O autor bestseller do Sunday Times regressa com um poderoso romance de ação e aventura no seio da legião romana.
A conquista da Britânia pelo Império Romano vive a mais perigosa das ameaças: a traição interna. Quando um mensageiro nas ruas de Roma é intercetado e torturado, revela um plano para sabotar a campanha romana contra Carátaco, comandante das tribos nativas da Britânia. Uma das missões dos traidores é abrir uma segunda frente de ataque e eliminar os dois soldados romanos que se poderiam colocar no caminho para o impedir.
Esses dois soldados romanos são o Prefeito Cato e o Centurião Macro. Desconhecedores da ameaça, encontram-se na legião romana que persegue o exército de Carátaco pelas montanhas da Britânia. Derrotar Carátaco parece estar dentro do seu alcance, mas o plano vil contra os dois heróis ameaça muito mais do que os seus objetivos militares: garante-lhes uma morte violenta e ignominiosa.



Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 24/07/2015
ISBN: 9789896378035
Nº de Páginas: 208
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole

Sinopse

Obra poética completa de Fernando Ribeiro com inéditos.
Purgatorial é todos os ecos de fogo e cinzas dentro da alma humana. É as feridas e as cicatrizes – os golpes na pele crua a arder de tinta fresca. Fernando Ribeiro revela a amplitude do seu fogo interior, dilacerando palavras no papel branco: um fogo escultor de poemas de sangue e de granito.

Críticas

"Eu sou como o homem que fechou todas as portas dentro de si e ficou de fora."
(FERIDAS ESSENCIAIS)

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Saga/Série: Série Assassin´s Creed  Nº: 7
Data 1ª Edição: 17/07/2015
ISBN: 9789896378080
Nº de Páginas: 352
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole




Sinopse

Baseado no jogo bestseller da Ubisoft, Assassin’s Creed.
EU FUI DERROTADA, ENGANADA E TRAÍDA.
ASSASSINARAM O MEU PAI – E EU TEREI
A MINHA VINGANÇA, CUSTE O QUE CUSTAR!
– ÉLISE DE LA SERRE.

1789: A magnífica cidade de Paris assiste à alvorada da Revolução Francesa. As ruas de pedra pintam-se de vermelho, do sangue daqueles que se erguem contra a aristocracia opressora. Mas a justiça revolucionária tem um preço...
Numa era em que a cisão entre ricos e pobres é gigantesca e o país se divide internamente, um homem e uma mulher lutam para vingar tudo aquilo que perderam. Arno e Élise são depressa arrastados para a batalha centenária entre Assassinos e Templários – num mundo com perigos mais letais do que alguma vez teriam imaginado.

INTRIGA, SANGUE E TRAIÇÃO OCUPAM AS RUAS DE PARIS.
AS BATALHAS DA REVOLUÇÃO COMEÇARAM, MAS HÁ QUEM
TENHA UMA MAIOR SEDE DE VINGANÇA...




Chancela: Chá das Cinco
Data 1ª Edição: 07/08/2015
ISBN: 9789897101823
Nº de Páginas: 288
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole




Sinopse

Uma leitura tentadora e desafiante
Filho de deuses violentos, Cratus passa os tempos da sua eternidade a lutar em nome dos deuses antigos que o trouxeram à vida. Ele é a morte personificada a quem quer que se atravesse no seu caminho. Até ao dia em que baixou os braços e simplesmente não lutou mais, impondo um auto exílio. É então que um antigo inimigo liberta as suas forças e usa os sonhos humanos como campo de batalha. A única esperança da humanidade reside precisamente naquele que se recusa continuar a lutar: Cratus.
Sendo uma Caçadora de Sonhos, Delphine passou a eternidade a combater os predadores que se alimentam do nosso estado inconsciente. Mas os seus aliados voltam-lhe as costas e ela sabe que, para sobreviver, os Caçadores de Sonhos precisam de um novo líder: alguém que os oriente e ensine a lutar contra os novos inimigos. Cratus é a sua única esperança. No entanto, é Delphine a amarga recordação que fez Cratus baixar os braços...



Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 07/08/2015
ISBN: 9789896377854
Nº de Páginas: 816
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole




Sinopse

Quem não conhece a História está condenado a repeti-la. Setenta anos depois do fim da Segunda Guerra Mundial, a leitura desta obra nunca foi tão fundamental.
Os Médicos da Morte é um documento histórico consagrado aos horrores da medicina nazi perpetrados durante a Segunda Guerra Mundial. Do contexto social e ideológico que permitiu corromper em absoluto o papel do médico, aos responsáveis no terreno pelos atos mais hediondos, esta é uma obra baseada em testemunhos de sobreviventes, confissões de médicos SS e em milhares de documentos que os nazis não conseguiram destruir antes da derrota final.
Milhares de crianças, deficientes, homossexuais, ciganos, judeus e até alemães dissidentes, prisioneiros de uma ideologia que os renegava da própria condição humana, foram alvo de atrozes experiências médicas com o objetivo aniquilar as raças inferiores ou ajudar no esforço de guerra. Foi o apogeu da crueldade do Terceiro Reich, um delírio científico que choca e repugna. E que deve ser lido para nunca ser esquecido.

Críticas

"Os médicos nazis tinham rédea solta para fazer as experiências que quisessem nos campos de concentração. Incineraram, castraram, congelaram, sufocaram homens, mulheres e crianças sem misericórdia. Retiravam órgãos e membros, transfundiam sangue de uns para outros em experiências macabras... este livro prova quão monstruoso pode ser o ser humano."
- GOODREADS



Chancela: Chá das Cinco
Data 1ª Edição: 07/08/2015
ISBN: 9789897101847
Nº de Páginas: 320
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole





Sinopse

O apelo do vestido perfeito consiste em duas partes: as senhoras devem desejar vesti-lo, e os senhores devem desejar despi-lo
A ambiciosa e talentosa modista Marcelline Noirot é uma estrela em ascensão na chique cidade de Londres. E quem melhor beneficiaria do seu talento, se não a dama mais mal vestida de Londres, a noiva do duque de Clevedon? Conseguir o mecenato da futura duquesa significaria mais prestígio e fortuna para Marcelline e para a sua família. Para chegar até ela precisaria, contudo, de atrair as atenções do duque, um cavalheiro cujos padrões de estética são elevados, mas os padrões morais... já não.
Parece valer a pena. No entanto, quando Marcelline se encontra com ele, Clevedon projeta uma sedução tão irresistível como os vestidos que ela costura e cria, e o que começa por ser apenas uma faísca de desejo, depressa se torna num delicioso inferno... e um ardente escândalo. Será suficiente os seus destinos estarem apenas suspensos por um fio de seda?



Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 07/08/2015
ISBN: 9789896377816
Nº de Páginas: 672
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole




Sinopse

A OBRA-PRIMA DE UM DOS GIGANTES DA LITERATURA UNIVERSAL
Guerra e Paz é o verdadeiro clássico da literatura universal. No início do século XIX, a Rússia é devastada pelos exércitos de Napoleão e as vidas de homens e mulheres cruzam-se num tecido narrativo deslumbrante. Tanto as vidas mais mundanas como os faustosos bailes, as tramas políticas ou as violentas campanhas bélicas do Czar Alexandre são trabalhadas com o realismo e limpidez que caracterizam o génio de Lev Tolstoi. Sempre presentes estão as desigualdades sociais e os caprichos de uma aristocracia vã e indiferente à miséria e ao sacrifício.
Esta é uma obra intemporal que condensa toda a condição humana, simultaneamente romance histórico, bélico e filosófico, e propõe acutilantes reflexões sobre os temas que nos movem e comovem: a vida, o sacrifício, a liberdade, a justiça, o amor e a honra.

Críticas

"Se não fosse Tolstoi, a literatura seria um rebanho sem pastor ou um caos incompreensível."
- Anton Tchekhov



Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 07/08/2015
ISBN: 9789896378141
Nº de Páginas: 432
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole




Sinopse

O Mestre da aventura está de volta com o primeiro livro da colecção NUMA.
Há mais de cinquenta anos que jazem no fundo do mar gelado do Atlântico Norte os destroços do paquete de luxo Andrea Doria. Nas suas entranhas repousa uma relíquia pré-colombiana que pode mudar o destino do Mundo.
Para Kurt Austin, director de uma equipa de exploração marítima, o perigo começa quando salva uma arqueóloga marinha na costa de Marrocos. Após socorrer Nina Kirov, ambos vêem-se envolvidos numa missão para desmascarar uma poderosa corporação cujo plano levará a uma vaga de destruição e morte, e até à formação de um novo país. Kurt e a bela Nina desvendaram segredos incomensuravelmente valiosos, mas há tesouros perdidos que nunca deviam ser encontrados...

Críticas

"Puro mistério e aventura. Vai entrar no top 5 dos seus autores preferidos!"
– Goodreads

sexta-feira, 10 de julho de 2015

[Opinião Tertuliana] - "Últimos Ritos" de Hannah Kent




“Imagino, então, que somos todos chamas de velas, agitando na escuridão e no uivo do vento o nosso brilho oleoso, e na quietude do quarto ouço passos, passos horríveis que chegam, que vêm para me apagar com um sopro e afastar a minha vida de mim, numa espiral de fumo cinzento.”





Não sou dada, como já devem saber, a leituras do género policial nem a thrillers. Apesar disso, se um livro deste género me prender a atenção, não me afasto da sua leitura. Posso dizer que enquanto leitora gosto de ser surpreendida, e foi precisamente isso que aconteceu com a leitura deste livro. Como depressa percebi, este não é um livro que possa, ao contrário do que pensei inicialmente, enquadrar num género literário específico.

A história contada por Hanna Kent baseia-se em factos verídicos e incide nos últimos tempos de vida de Agnes Magnúsdóttir, a última pessoa condenada a morte e executada através do corte de um machado. Enquanto espera pela data da sua execução, Agnes é albergada numa quinta isolada, onde passa os dias a trabalhar no campo com a família que a acolheu.

O desenrolar desses dias é contado da perspetiva da família residente na quinta, do padre que acompanha Agnes até ao seu destino final e da própria Agnes. Enquanto os dias vão passando, devagar, a forma como o leitor vê Agnes e o crime por ela cometido vai sofrendo alterações, bem como a empatia que o mesmo sente pela personagem.

Pode-se dizer que é um livro que se lê de forma bastante gradual e que não apresenta grandes reviravoltas, no entanto, marca pela intensidade e profundidade da forma de escrita da autora, que nos envolve e submerge, de forma a que enquanto lemos o livro, nos sentimos assoberbados pela narrativa. Imbuída de uma carga emocional grande e escrita de uma forma sublime e carregada de poesia, a escrita da autora foi o que me fez gostar tanto deste livro.

Nunca antes tinha lido uma narrativa com tal conjunto de características, pelo que foi com enorme prazer que me submeti à leitura deste livro. Senti-me esmagada pela sua escrita envolvente. Espero que se sintam assim também, se decidirem lê-lo. 

[Divulgação] - Sugestões Planeta para o Verão

A Planeta preparou um roteiro de grandes títulos para este Verão para levar consigo na bagagem de férias.




Pode ver todas as informações sobre os livros aqui